Skip to content

Saiba como o digital commerce, o ecommerce e o omnichannel se relacionam entre si

Digital commerce, ecommerce e Omnichannel: descubra as diferenças

Se você é um usuário assíduo de tecnologias, faz compras online e navega pela internet, provavelmente você já deve ter ouvido falar sobre “digital commerce”. 

Neste artigo você irá conferir o que é digital commerce, qual é a sua diferença para o ecommerce tradicional e como isto se relaciona com a estratégia de omnichannel dos sites.

 

O que é digital commerce? 

 

O digital commerce engloba a jornada de compra de algum produto por meios digitais usando a internet, como o uso de um smartphone e uma loja física ao mesmo tempo. 

O comércio digital é responsável por diversos elementos que compõem a decisão de uma compra, incluindo o mapeamento do marketing digital e da experiência do usuário, a descrição de produtos e até o atendimento ao público.

Uma pesquisa realizada pela Forrester estimou que o volume de vendas influenciadas pelo digital é 5x maior que as vendas online. Assim, pode-se considerar que entender a jornada digital é hoje 5x mais importante do que ter um ecommerce eficiente.

O comércio digital é o sucessor do comércio eletrônico. Essa jornada inclui canais digitais, pessoas, conteúdos, marketing, não importando onde a compra final aconteça. Trata-se mais de uma cultura do que de uma forma de compra por si só.

 

Qual é a diferença entre digital commerce e o ecommerce tradicional?

 

Enquanto o ecommerce se concentra na funcionalidade da plataforma em si, focando mais na conversão da venda do produto e visando bater metas de receita, o digital commerce foca em toda a jornada de compra que leva um usuário a fazer uma aquisição. 

Esse último acompanha a evolução no comportamento do consumidor, que, nos dias atuais apresenta cada vez mais maior interesse em pesquisar sobre o produto antes de tomar sua decisão de compra. 

De acordo com uma pesquisa realizada pela CNDL/SPC Brasil, 84% dos entrevistados pesquisam primeiro um produto nas lojas físicas antes de finalizar as compras online. Assim, o consumidor pode passar em uma loja física para ver e manusear o item, depois assistir a vídeos no YouTube, no Instagram, ou até no TikTok com críticas sobre ele. 

Além disso, o cliente pode comparar preços entre os sites, assistir a live commerces e tirar as suas próprias conclusões a partir de avaliações de outros consumidores no site, direcionando o usuário a seguir ou não com a sua compra. 

 

Portanto, houve uma revolução na tomada de decisão mesmo no varejo físico, já que o consumidor tende a realizar sua pesquisa online para fazer uma compra assertiva. Isso impacta diretamente no omnichannel, assunto que vamos abordar no próximo tópico.

 

O que é o omnichannel e como utilizar?

 

O omnichannel é uma estratégia de vendas que integra canais online e offline, os quais podem ser de vendas, de atendimento e de pagamentos.

Essa modalidade permite o digital commerce e a integração de todos os canais acontecerem. Dessa forma, o consumidor passa a não ver diferença entre o mundo online e o offline.

Em um ecommerce omnichannel, o cliente tem a chance de comprar o produto desejado no site e retirá-lo em uma unidade física da marca, eliminando, assim, custos com frete e tempo de entrega, o que satisfaz muitos consumidores que preferem inclusive buscar o produto pessoalmente. 

 

Omnichannel: como implementar

 

Como discutido anteriormente, estar no meio físico e digital é imprescindível para os tempos atuais, principalmente depois da pandemia, período que mostrou o quanto a integração de ambos os meios é importante para a satisfação do consumidor.

Para a implementação do omnichannel ser assertiva, nós separamos três dicas para o seu ecommerce se atentar:

  • Analise a jornada de compra do seu cliente

 

Para alcançar uma estratégia omnichannel de sucesso, você precisa analisar a jornada de compra de seus clientes. Peça feedbacks relacionados à navegação no site, atendimento ao cliente e processo de compra

  • Alinhe a sua estratégia pelos canais

 

Você deve usar a mesma estratégia em ambiente físico ou virtual. Isso inclui os mesmos preços e políticas de promoção.

  • Integre seus canais de compra

 

É importante oferecer ao seu cliente a possibilidade de comprar online e retirar na loja. O contrário também é válido quando o cliente quer manusear o produto fisicamente e efetuar a compra online.

 

Principais tendências do mercado digital para 2022

 

Se você quiser ter acesso às principais tendências do mercado digital para 2022, baixe o nosso Ebook gratuito com as principais dicas de mercado para este ano que vão ajudar o seu ecommerce a alavancar suas vendas. 

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro!


Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Report de Mercado
Beleza & Cosméticos

Quer saber tudo sobre esse mercado?